Segundo o Ministério da Saúde, quase 40 milhões de brasileiros estão vulneráveis ao sarampo por falta da vacina. A segunda etapa da campanha, que começou no dia 18 e vai até 30 de novembro, no estado de São Paulo, tem como público-alvo jovens de 20 a 29 anos.

O sarampo é transmitido por via respiratória: boca e nariz. Especialistas explicam que pegar o vírus é tão fácil quanto pegar uma gripe. Um único doente pode transmitir para até 20 pessoas.

Um dos agravantes da doença é a falta de vacinação. Notícias falsas costumam atrapalhar e muito. Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Imunizações concluiu que a metade das pessoas deixa de se vacinar por desinformação. O Ministério da Saúde criou um serviço para tirar dúvidas. Basta encaminhar a notícia que logo a resposta vem, informando se é fake news ou não.

Os cidadãos de 20 a 29 anos devem procurar as UBS – Unidade Básica de Saúde, para verificar se a caderneta de vacinação está em dia e fazer a atualização. É necessário que essa faixa etária tenha tomado duas doses da vacina tríplice viral, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas, para estarem imunizadas contra a doença.

 

Like