Infelizmente na sexta-feira, 4 de outubro de 2019, nos despedimos do historiador e escritor Emílio Capobianco.

Seus livros sobre José Bonifácio e sobre o Monsenhor Angelo Angioni, são de valor incalculável para a preservação da memória da cidade.

De acordo com Capobianco, divulgar nossa história, tantos dos habitantes passados como dos presentes, é fazer parte do processo de edificação da cidadania, identificando aquilo que poderá ser preservado para nosso orgulho e de nossos habitantes futuros.

O seu corpo foi velado na Igreja Matriz de José Bonifácio, mesmo local onde aconteceu a santa missa e em seguida, o corpo seguiu para o cemitério para o sepultamento.

Resta-nos torcer para aparecer outro historiador bonifaciano que possa proteger e levar adiante a história da nossa cidade.

Foto: Facebook Emílio Capobianco

Like